16 Domicílios ‘debaixo de olho’ da Cruz Vermelha

Foto: Fábio Jesus 16 Domicílios ‘debaixo de olho’ da Cruz Vermelha

No âmbito de uma candidatura feita pela sede nacional da Cruz Vermelha à Missão Sorriso, foi atribuído um financiamento para apoiar gratuitamente um conjunto de pessoas com o serviço de Teleassistência.

No concelho de Fafe foram atribuídos 16 aparelhos para apoiar alguns habitantes, segundo critérios definidos pela Delegação local da CVP. Durante o período de dois anos, os 16 habitantes seleccionados vão usufruir, de forma gratuita, do serviço de teleassistência, que funcionará 24 horas por dia, 365 dias por ano. Cada benificiário é avaliado segundo “a vulnerabilidade económica, as questões do isolamento/solidão, a idade e as dificuldades de mobilidade” em que se encontra, explica Teresa Pereira, psicóloga, responsável pelo Gabinete de Formação e Projectos da Delegação de Fafe da CVP. Para activar o dispositivo de teleassistência basta ligá-lo à linha telefónica e, depois de instalado, “em situação de emergência as pessoas carregam no botão vermelho do aparelho, que acciona imediatamente o call-center da CVP”. Uma vez emitido o sinal, a situação da pessoa é avaliada pelos profissionais “do outro lado da linha” e, tendo em conta o tipo de emergência, a CVP “chama um vizinho, um elemento da rede de suporte se existir, ou os Bombeiros ou a GNR, o que for mais adequado”, referiu. A instalação destes aparelhos acarta um custo, que será suportado pelo Município de Fafe. O serviço de Teleassistência da Cruz Vermelha está também disponível para a comunidade em geral. Para mais informações basta consultar o site oficial da Cruz Vermelha Portuguesa, http://www.cruzvermelha.pt/.

 

Todos os detalhes, na versão completa.

Faça login para ler a notícia na íntegra ou registre-se aqui...

Pub.

2018 ©NOTÍCIAS DE FAFE ® - Todos os direitos reservados