Autoridades atentas às películas dos vidros

Autoridades atentas às películas dos vidros
Infractores sujeitos a 250 euros de multa e apreensão do veículo

A GNR de Fafe vai apertar o cerco a quem infringe a lei na colocação de películas nos vidros dos automóveis. Pelo que o Notícias de Fafe apurou, as autoridades, em Fafe, vão estar muito atentas aos prevaricadores que incorrem numa coima de 250 euros e a apreensão do veículo.Em causa está a colocação de películas que não estejam homologadas e que são consideradas alterações das características que estão registadas no livrete. Neste caso, em concreto, a GNR vai estar particularmente atenta a todas as películas que tem cores e que em Portugal não estão, de todo, autorizadas pela lei e a sua utilização e considerada crime, tal como uma falsificação de roupa, calçado ou perfumes. As únicas películas que podem ser legalmente usadas nas nossas estradas são películas de cor preta, cuja marca esteja devidamente registada, é nesta altura cerca de uma dezena de marcas, e com uma opacidade que não pode ultrapassar os 20% no pára-brisas e nos dois vidros laterais dianteiros. No que diz respeito aos vidros traseiros, a opacidade pode chegar até aos 75%. Nos casos em que a GNR detectar essa ilegalidade, além da coima de 250 euros, procederá à apreensão do veículo se o seu proprietário não proceder à imediata remoção da película em causa.

Pub.

2018 ©NOTÍCIAS DE FAFE ® - Todos os direitos reservados